ÁREAS: Cognitivo-Motor

Défice Cognitivo

“Toda a nossa atividade mental resulta do funcionamento de um órgão que é o cérebro. Esse órgão permite – nos observar e avaliar o mundo que nos rodeia, bem como o nosso mundo interior. Faz-nos deslocar com um propósito e prever o futuro. Encontrar soluções para os obstáculos que impedem o nosso bem – estar ou a felicidade. Permite- nos criar coisas diferentes a partir de objetos conhecidos, conceitos novos tendo por base o que já sabíamos. O cérebro regista o que experimentámos e dá disso notícia às gerações vindouras. O cérebro é tremendamente complexo e sofisticado e permite-nos resolver os desafios do quotidiano. Apesar de a comparação ser obviamente grosseira, costumo equiparar o cérebro a um computador que já nasce com um programa instalado, e ao qual a vida e o ensino estruturado vão acrescentando software. Claro que todos nascemos e crescemos como indivíduos distintos. Uns gordos, outros magros, baixos e altos, muito medianamente ou pouco inteligentes. As pessoas com défice cognitivo nascem com um computador com uma memória claramente reduzida em relação à média, pelo que é limitado o número de programas que podem ser instalados e comparativamente simples o seu software. Os técnicos assumem que alguém tem um défice cognitivo quando o seu Q. I. é inferior a 70 e apresenta dificuldades de adaptação às tarefas necessárias a um quotidiano independente, de acordo com o esperado para a sua idade.”

Mal – entendidos, Dr. Nuno Lobo Antunes

...